Foi na década de 70 que os surfistas californianos descobriram que piscinas vazias eram uma boa opção de diversão quando o mar não estivesse bom para o surfe. Com uma prancha de madeira e quatro rodinhas, eles criaram o skate bowl, modalidade que só cresceu desde então. No Brasil, os maiores responsáveis pela evolução do esporte se concentram em uma "piscina" construída na região do Rio Tavares, em Florianópolis. Foi lá que Pedro Barros, Vi Kakinho e Murilo Peres deram os primeiros dropes e se tornaram os maiores nomes do esporte no país atualmente.

Para contar essa história, as estrelas do skate bowl voltaram no tempo e se divertiram durante as gravações do Floripa Skate Bowl, uma competição de duplas que foi ao ar no domingo (04/06) no Esporte Espetacular. Além da competição, ainda teve muita música com Marcelo D2, Digão, guitarrista e vocalista dos Raimundos, e Badaui, vocalista da banda CPM22.
Assista ao programa completo:

>> LINK DO PROGRAMA

 

Pedro Barros vence o Floripa Skate Bowl ao lado do americano Josh Borden

Mais uma vez o tradicional bowl do Rio Tavares, onde surgiram os grandes nomes do skate nacional, foi palco de uma competição que misturou música boa e muita adrenalina. Em uma competição por duplas, Pedro Barros e o americano Josh Borden foram os grandes campeões do Floripa Skate Bowl, em Santa Catarina. Com um total de 165,67 pontos, após a soma da melhor volta de cada atleta, eles levaram a torcida à loucura com manobras alucinantes. Em uma delas, Pedro usou até o muro para mostrar porque é seis vezes campeão mundial da categoria.

- Na verdade essa competição é só para vocês porque aqui todo mundo já é campeão – reforçou Pedrinho ao final da disputa.

Mesmo com chuva, que chegou a interromper, Josh Borden soube aproveitar bem as rampas ao redor da pista, mas não conseguiu terminar a primeira volta. Depois, ele completou um back side com a mão na borda. Na vez de Pedro Barros, ele decolou alto e ainda finalizou perfeitamente um olie 360° de costas e garantiu a vitória da dupla.

Além de Pedro e Josh, Murilo Peres competiu ao lado do americano Josh Mattson, enquanto Vi Kakinho e Omar Hassan formaram o terceiro time da disputa que foi acirrada. Omar, o mais velho dos skatistas, usou sua vasta experiência em campeonatos para adaptar bem seu estilo mais clássico e agressivo. Na sua última volta, conseguiu completar um hill flip logo no início. Já Vi Kakinho, que é muito familiarizado com as curvas do bowl da galera do RTMF, conseguiu a soma de 162 pontos para a dupla e garantiu o segundo lugar na competição.

Murilinho foi ousado nas manobras e, depois de quebrar um skate, ele ainda conseguiu completar um desaster na parede com o skate do Pedrinho. Apesar de conseguir notas altas, seu parceiro californiano não conseguiu completar nenhuma volta e, por isso ficaram na terceira colocação com um total de 152 pontos.

>> LINK DO CAMPEONATO

*Fonte: Esporte Espetacular (globoesporte.globo.com)